Osteopatia

Osteopatia é um sistema autônomo de cuidados de saúde primário, que se baseia no diagnóstico diferencial, bem como no tratamento de várias disfunções e prevenção da saúde, sem o auxílio de fármacos ou cirurgia. A Osteopatia enfatiza a sua ação centrada no paciente, ao invés do sistema convencional centrado na doença. A profissão de Osteopata é uma profissão de saúde distinta, com uma formação acadêmica superior e treinos clínicos específicos. A Osteopatia utiliza várias técnicas terapêuticas manuais entre elas a da manipulação do sistema musculoesquelético (ossos, músculos e, articulações) para ajudar no tratamento de doenças.

A Osteopatia foi criada pelo médico americano Andrew Taylor Still durante a guerra civil americana no final do séc. XIX. Foi através da observação e investigação que fez uma correlação entre as patologias e a suas manifestações físicas.

A Osteopatia é considerada uma das disciplinas da medicina alternativa, ou terapêutica não convencional, uma vez que seus princípios filosóficos são diferentes dos da medicina convencional. Os tratamentos usam uma abordagem holística da saúde, considerando que a capacidade de recuperação do corpo pode ser aumentada pela estimulação das articulações. Na prática, os tratamentos da osteopatia estão enfocados em dores nas costas, pescoço e demais articulações.

Baseia-se na biomecânica corporal, compreendendo o funcionamento de todo o corpo de forma integrada, entendendo que qualquer alteração tecidual pode quebrar a homeostase do corpo e gerar sintomas.

Dentre as varias técnicas de tratamento, o Osteopata possui diversos recursos:

  • AVBA (alta velocidade e baixa amplitude) e mobilizações para as disfunções articulares e ligamentares;
  • Stretching e inibições de pontos gatilho para as disfunções musculares;
  • Técnicas funcionais para o tecido conjuntivo (ligamentos, fascias, tendões);
  • Técnicas neurodinâmicas para o tecido nervoso;

O objetivo das técnicas é de devolver a função específica de cada tecido restrito e assim, melhorar a homeostase e a capacidade do corpo se encontrar a própria cura. A Osteopatia estrutural é indicada para:

  • Protusões e hérnias discais
  • Ciáticas 
  • Torcicolos
  • Lombalgias agudas ou crônicas
  • Vertigens, neuralgias cervicobraquiais
  • Tendinites (LER/DORT)
  • Dor miofascial
  • Entorses e traumas
  • Cefaléias
  • Disfunções esportivas, ortopédicas, traumática, entre outras.

Nossos profissionais

Dr. Gustavo Henrique de Oliveira Mondoni
CREFITO: 159903-F

  • Horário de atendimento
  • quinta-feira das 08:00 hs às 14:00 hs.

Fisioterapeuta
Formação Internacional em Microfisioterapia
Formação Internacional em Leitura Biológica
Especialização em Terapia Manual e Postural
Especialização em Fisiologia do Exercício

www.drgustavomondoni.com